O rodriguiano Cachorro! volta com entrada franca

Ocorre de vez em quando. Atores recém-formados unem-se por afinidade e acabam criando um primeiro trabalho bem-sucedido. Foi assim com o grupo Teatro Independente, cuja origem é a escola pública de formação de ator Martins Pena, no Rio. Cachorro! - espetáculo de estreia - rendeu ao jovem diretor Vinícius Arneiro uma indicação para o Prêmio Shell de 2007. Jô Bilac assina a dramaturga do espetáculo que tem como ponto de partida o universo dramático de Nelson Rodrigues, sobretudo os contos de A Vida Como Ela É, e retrata um triângulo amoroso. Sem trair a fonte de inspiração, eles transgrediram padrões. "O amante é apaixonado de verdade, o marido é legal e a mulher é a dominadora."Cachorro! já foi apresentado em São Paulo e volta, sem qualquer alteração no elenco formado por Carolina Pismel, Felipe Abib e Paulo Verlings, para uma curta temporada, apenas duas semanas, com entrada grátis, na Caixa Cultural da Sé.Quem conhece as crônicas do autor sabe que, embora apoiadas no cotidiano, tangenciam o absurdo e as situações são exploradas com alguma dose de humor negro. "Não que seja algo original, mas estruturamos a montagem num ritmo de tango. Há no palco uma geometria ritmada que provoca estranhamento." Ao que tudo indica, no resultado há mesmo alguma coisa de inusitado que atrai o olhar do espectador.Na cenografia, biombos transparentes são manipulados pelos atores sob a iluminação do experiente e premiado Paulo César Medeiros. Na boca, palavras que não foram escritas por Nelson Rodrigues, mas poderiam ter sido, essa é a ideia. ServiçoCachorro! 70 min. 14 anos. Caixa Cultural da Sé (100 lug.). Praça da Sé, 111, tel. 2221-4400. 5.ª a sáb. 19h30. Dom. 18 horas. Grátis

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.