''''O meu maior desafio é fingir saber o que estou falando''''

Katherine Heigl, candidata ao prêmio por Grey''''s Anatomy, revela não entender os termos médicos que saem de sua boca

Elaine Guerini, O Estadao de S.Paulo

12 de janeiro de 2008 | 00h00

Katherine Heigl sabe perfeitamente que foi a sua beleza exuberante que lhe garantiu o papel da residente Izzie Stevens em Grey''''s Anatomy. E não se desculpa por isso. ''''Mas estou longe de ser perfeita. Sou uma mulher de verdade, com medidas de gente grande'''', disse a ex-modelo de 29 anos, que espera já ter provado que os predicados físicos não a desqualificam como atriz. Além de uma estatueta do Emmy, conquistada em setembro, ela garantiu a segunda indicação consecutiva para o Globo de Ouro de melhor coadjuvante (em seriado, minissérie ou telefilme) pelo desempenho como a loira confusa e insegura do Grace Hospital de Seattle.''''Atuo há 17 anos e, de repente, tudo o que eu mais esperava aconteceu de uma só vez. Ainda me belisco para ter certeza de que não estou delirando'''', contou Katherine, que usava um vestido preto de decote generoso quando recebeu a reportagem do Caderno 2, em hotel de luxo de Los Angeles. Bem-humorada, disse que continua sem entender os complicados termos médicos que saem da boca de sua personagem na série - apesar de Grey''''s Anatomy estar no ar desde 2005, com exibição nos EUA na rede ABC e, no Brasil, no canal pago Sony. ''''Passei a admirar mais o trabalho de um médico, mas não me aprofundo. Meu maior desafio é fingir saber o que estou falando.''''Embora reconheça a importância do Globo de Ouro, Katherine concorda com o boicote dos atores à premiação da Associação dos Correspondentes Estrangeiros de Los Angeles - por conta da greve dos roteiristas de Hollywood. ''''Compareceria à festa se fosse obrigada por contrato com a ABC, o que não é o caso'''', afirmou a atriz, que recebe da emissora um cachê estimado em US$ 125 mil por episódio. O salário ainda é menor que o da protagonista do seriado, Ellen Pompeo (Meredith Grey), que embolsa US$ 200 mil por semana. Katherine, porém, recebe mais convites para atuar no cinema.Depois de Ligeiramente Grávidos (2007), que arrecadou mundialmente surpreendentes US$ 218 milhões, ela já filmou a comédia romântica Vestida para Casar e seu nome está cotado para o elenco de The Ugly Truth, em pré-produção. ''''Nas telas, espero exercitar outras facetas da minha personalidade e não reforçar tanto a imagem sexy'''', contou a atriz, escalada para o papel de jovem solitária em Vestida para Casar. Nessa produção com estréia agendada para 11 de abril nos cinemas nacionais, sua personagem é a eterna madrinha de casamento e nunca a noiva. ''''Foi divertido pintar o cabelo de castanho, me vestir com discrição e simplicidade e pegar leve na maquiagem. Tudo para fugir do estereótipo da loira gostosa.''''

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.