O mal é uma instituição

Astral

Quiroga, E-MAIL: astro@o-quiroga.com, O Estadao de S.Paulo

11 de julho de 2008 | 00h00

Data estelar: Vênus se enviesa com Plutão antes de ingressar em Leão, o que ocorrerá amanhã; a Lua agora cresce em Escorpião.Enquanto isso, aqui na Terra não há nada de relativo no conceito de Bem e Mal, e mesmo que o discurso da relatividade pose de moderno e sofisticado, só promove a confusão e, por meio desta, o Mal avança. O Bem e o Mal são instâncias absolutas, pois enquanto o Bem promove a distribuição graciosa da Vida, o Mal a confisca, a usurpa, a acumula e, negando-a, passa a revendê-la ao altíssimo preço de corromper a alma que, estressada por uma espera infrutífera, se inclina a confiscar também a energia da Vida, usurpando-a de seus filhos, de seus colegas de trabalho, de sua vida íntima. O Mal é uma instituição, só que sem endereço certo e cujos protagonistas são desconhecidos, aproveitando-se de uma legião de incautos que anseia servi-lo.ÁRIES 21-3 a 20-4É digno reforçar a vontade de conquistar ante os obstáculos que negam o objetivo. Porém, também seria sinal de ingenuidade você se lançar com toda força contra os obstáculos, quando na verdade poderia esperar que desapareçam por si.TOURO 21-4 a 20-5Há certos aspectos dos relacionamentos mais próximos que não têm conserto mesmo, e por isso precisam ser tolerados, já que de outra forma serviriam ao aumento do desassossego, condição abominável, dadas as circunstâncias.GÊMEOS 21-5 a 20-6Invista tempo e esforço na organização, pois logo as coisas acontecerão todas simultaneamente, e será muito bom que você chegue até lá com um mínimo de ordem, para continuar progredindo no caminho escolhido atualmente.CÂNCER 21-6 a 21-7Normalmente, confunde-se guerra com conflito, mas estas são condições muito diferentes, o que se confere através dos resultados. Conflitos bem administrados fazem as pessoas crescer, já a guerra não traz vencedores, só perdedores.LEÃO 22-7 a 22-8O enfado faz tudo ficar pior, inclusive aquelas coisas que, com boa vontade e disposição, seriam solucionadas imediatamente. Veja o lado concreto das coisas, pois é neste que se encontra a solução, ou os tormentos indizíveis.VIRGEM 23-8 a 22-9Há espaço para o prazer e divertimento no meio de uma constelação de situações que requerem medidas duras e severas. É importante que sua atuação aconteça nestes dois mundos, que se encontram muito bem definidos. Prazer e trabalho.LIBRA 23-9 a 22-10Relacionamentos novos renovam o sentimento de importância que se perdeu naqueles relacionamentos cheios de vieses e tortuosidades. Ainda há muita vida para você viver, muita gente para descobrir, e sua alma ser descoberta por elas.ESCORPIÃO 23-10 a 21-11Os ajustes que precisam ser feitos não acontecerão todos de uma vez só, será necessário tomar medidas de forma pausada, algumas na atualidade, outras logo em seguida e assim irá, semana após semana, até tudo se ajustar à necessidade.SAGITÁRIO 22-11 a 21-12Neste momento do destino, em que sua alma é convocada a se sacrificar em nome dos objetivos que pretende conquistar, é de fundamental importância que tudo se mantenha dentro dos limites da mais absoluta correção.CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1Vozes assustadoras e severas se erguem, provindas de pessoas que, teoricamente, deviam apoiar e incentivar você. Às avessas, esse é o melhor sinal que você poderia ter a respeito de sua evolução. Tudo corre bem, apesar das aparências.AQUÁRIO 21-1 a 19-2Há gente que se especializa em atormentar os outros, inclusive, e talvez de preferência, naqueles momentos em que a alma precisaria estar completamente em paz. Como lidar com essas perturbações? Com muita sabedoria e economia também.PEIXES 20-2 a 20-3Como sempre, você se verá tendo de assumir responsabilidades de outras pessoas. Como sempre, isso parecerá natural, mas algo diferente acontece desta vez. Sua alma começa a se livrar do excesso dessa tendência, libertando-se de muita gente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.