O lado irônico e sombrio de um crítico do seu tempo

Pseudônimo de Hector Hugh Munro (1870-1916), Saki foi um ficcionista britânico que se consagrou com textos satíricos e mordazes. Além de misturar elementos cômicos e sagrados - como se estivesse fundindo o lado sombrio de Ambrose Bierce e a pegada irônica de Oscar Wilde -, ele se tornou célebre crítico da sociedade inglesa do começo do século 20. Seu apelido é retirado do poema Rubaiyat, do iraniano Omar Khayyam. Um Gato Indiscreto e Outros Contos apresenta 20 textos, quase todos inéditos no Brasil, que foram publicados em diferentes coletâneas e são marcados por finais surpreendentes, pelo humor politicamente incorreto e pelo tom fantástico. A tradução é de Francisco Araujo da Costa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.