O discurso feminino e desafiador em Joyce

Para Ler Finnegans Wake deJames JoyceDirce Watrick do Amarante168 págs., R$ 35 Dirce Watrick do Amarante, ensaísta, tradutora e dramaturga, propõe neste volume uma crítica e uma tradução femininas da prosa do irlandês James Joyce (1882-1941), autor de Ulisses, considerada obra fundamental da literatura ocidental. Seu estudo cuidadoso de Finnegans Wake (1939) - estrutura, personagens e procedimentos - mostra como Joyce, além de exercitar a subversão das convenções literárias, criou em seu trabalho um discurso próprio para mulheres. Assim, Dirce revela de que modo Anna Livia Plurabelle desafiou a escrita masculina - "truncada, meditada e contida" -, a qual, diz ela, tentou controlar a libido feminina. E propõe uma tradução do capítulo VIII de Finnegans Wake.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.