Na obra gravada, as principais fases da carreira de ambos

Na Europa, começa-se a colecionar comprando gravuras, que costumam ser mais acessíveis a estudantes de arte e jovens interessados em começar uma coleção. Deveria acontecer o mesmo aqui, mas o Brasil, por uma razão que não se sabe bem explicar, tem preconceito contra obras em papel, sejam desenhos ou gravuras. Não deveria. As séries colocadas à venda no Gabinete de Arte Arnaud são exemplares raros de dois mestres em tiragem limitada (300 exemplares de gravuras de Mondrian e 99 de Arthur Luiz Piza).Os dois têm em comum o fato de estarem representados nos principais museus de arte moderna de NY (MoMA e Guggenheim) e Paris (Musée National d?Art Moderne). Os preços das gravuras de Piza variam de 1 mil (R$ 3.100) a 2.990 (R$ 8.990). As gravuras de Mondrian estão à venda por US$ 2 mil.Piza é reconhecido como gravador, um especialista na área. A sua é uma linguagem explorada "com requinte poucas vezes igualado na história de seis séculos dessa técnica", segundo o crítico Paulo Sérgio Duarte, também professor de História da Arte.Mondrian, como se sabe, ludibriou o pai pastor, que não queria um artista na família, convencendo-o que iria aprender arte apenas para ensinar. Acabou aprendendo todas as técnicas, incluindo a gravura, que lhe garantiu o posto de pioneiro entre os designers gráficos modernos, além de pintor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.