Ed Jones / AFP
Ed Jones / AFP

Na Coreia do Sul, arrozais se tornam obras de arte

Para proteger os desenhos das aves que se alimentam dos grãos, foram instalados cerca de 500 espantalhos, vestidos com o traje tradicional coreano, o 'hanbok

AFP, Redação

11 de outubro de 2020 | 14h06

Visto do céu, um imenso pássaro voa sobre as palavras "Ânimo Coreia!", em referência à luta contra o coronavírus. Esta grou se destaca nos imensos arrozais do sul da Coreia do Sul semeados com diferentes variedades de arroz para criar obras de arte gigantescas.

Estes desenhos, invisíveis do chão, são fruto de um projeto realizado por agricultores e crianças perto da cidade de Suncheon, 320 quilômetros ao sul de Seul.

Uma grou e uma joaninha também foram desenhadas para promover a agricultura responsável e sustentável, uma vez que o uso de produtos químicos teve um efeito devastador nas populações de insetos da região.

Para proteger essas obras de arte das aves que se alimentam dos grãos, foram instalados cerca de 500 espantalhos, vestidos com o traje tradicional coreano, o 'hanbok'.

Este projeto levou meses para ser preparado, segundo explicou Hyun Young-soo, um agricultor dessa região de 63 anos.

"Os alunos do ensino fundamento e do médio, membros de diferentes associações da região, comerciantes e muitos outros participaram desde a semeadura até o fim da colheita", completou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.