MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO
MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO

Museu Nacional de Belas Artes do Rio exibe obras apreendidas em contêineres

A mostra 'Apreensões e Objetos do Desejo', a partir do dia 13, apresenta conjunto de peças avaliado em R$ 10 milhões

O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2015 | 14h01

 O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), no Rio, vai inaugurar na terça-feira, 13, mostra com as 20 obras de arte apreendidas no ano passado pela Receita Federal. Trata-se do conjunto descoberto no porto carioca dentro de contêineres provenientes da mudança de uma manicure brasileira que viveu por 21 anos nos EUA. Na época, ela alegou que não sabia da operação de contrabando.

Entre os destaques da exposição Apreensões e Objetos do Desejo, está uma peça escultórica do artista indiano-britânico Anish Kapoor declarada como “antena parabólica” quando apreendida. Trabalhos, ainda, do italiano Michelangelo Pistoleto e do inglês Antony Gormley, além de obras dos brasileiros Sergio Camargo, Jorge Guinle, Cildo Meireles e Beatriz Milhazes poderão ser vistos pelo público.

Calcula-se que as pinturas e esculturas apreendidas estão avaliadas em torno de R$ 10 milhões. Monica Xexéo, diretora do museu, instituição vinculada ao Ministério da Cultura, afirmou que “a repatriação deste importante conjunto demonstra a força da arte brasileira no mercado internacional”. As exposição, que ficará em cartaz até dia 29 de março no MNBA (Avenida Rio Branco, 199, Cinelândia), marca a doação oficial por parte da Receita Federal das peças para o acervo da instituição, que as recebeu, na verdade, em abril. O museu afirma que as obras passarão por restauro e conservação depois do término da mostra.


Veja a lista completa dos artistas e obras:

1-Ivan Navarro, Shortcut (Tríptico), 2005.

2- Michelangelo Pistoleto, Neon Wall Lamp, 2005.

3- Anish Kapoor, Sem Título, 2011

4- François Xavier Lalane, Sem Título, escultura 

5-Sergio Camargo, Sem Título, 1969

6-Jorge Guinle Filho, Zumbido Zoantrópico, 1982

7- Juarez Machado, Interior do Atelier de Montmartre II, 1982

8-Daniel Senise, São Sebastião, 1991

9-Cildo Meireles, Fósforo, 1981

10-Beatriz Milhazez, Sem Título, 1993/94

11-Antony Gormley, LIMN II, 2011

12- Callum Innes, Exposed Painting Cadmium Orange, 2012

13- Victor Vasarely, Optical Cube, 2011

14- Barbara Kruger , Reach Out and Touch Someone, 1989

15- Niki de Saint-Phalle, Faucon Bleu, 1980

16-Edgar Negret, Flor Sanky, 1991

17-Miguel Ángel Ríos, La Sombra Impalpable, 1994

18-Alexander Gore, Ocean Kingdom, 2012

19-Alexander Gore, Amusement Face, 2012

20-Osgemeos, Sem Título

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.