Mulheres no jogo de poder de Lúcia Murat

Lúcia Murat tem feito filmes como Quero Te Ver Viva, contando histórias de mulheres que foram guerrilheiras; Quase Dois Irmãos, que discute a relação da guerrilha com a criminalidade urbana nos porões da ditadura; e também Nossa História de Amor, musical que transpõe a história de Romeu e Julieta para o morro carioca. Lúcia dirige Doces Poderes, com Marisa Orth e Antônio Fagundes, que passa às 22 horas no Canal Brasil. O filme trata da ligação entre mídia e política, por meio da história de uma jornalista que chefia sucursal de emissora de TV em Brasília, na vaga do colega que foi organizar a campanha de um candidato. Como nos casos de Quero Te Ver Viva e Quase Dois Irmãos, Lúcia baseou-se em experiências pessoais que enriquecem seu relato.

Luiz Carlos Merten, O Estadao de S.Paulo

27 de agosto de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.