MPB Especial de Elis hoje nas bancas

O programa de 1973 é o primeiro DVD que acompanha um guia da série promovida pelo Estado com grandes nomes da MPB

O Estadao de S.Paulo

09 de novembro de 2007 | 00h00

Chega hoje às bancas um libreto de 16 páginas produzido pela redação do Caderno 2, destacando fatos relevantes sobre uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos, Elis Regina, num período decisivo para sua carreira. Quem adquirir o guia, por irrisórios R$ 14,90, leva grátis o DVD com o registro da participação de Elis no programa MPB Especial, dirigido por Fernando Faro na TV Cultura, em 1973. Este é o primeiro título de uma série promovida pelo Estado, que vai trazer outros grandes nomes da MPB a cada semana - como Maria Bethânia, Gilberto Gil e Gal Costa - até o dia 18 de dezembro.O guia tomou como ponto de partida o conteúdo do programa, em que Elis falou de sua vida familiar, da relação com os compositores que mais gostava de gravar (com ênfase em Gilberto Gil, Milton Nascimento, Tom Jobim e João Bosco), entre outros temas. E mais: há um levantamento da atuação de Elis na televisão, desde que assinou contrato com a TV Rio em 1964, indicada pelo ator Paulo Gracindo, que ficou encantado com sua voz.No ano em que venceu o primeiro festival da Excelsior (interpretando Arrastão, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes), ela fez grande sucesso com um show ao lado de Jair Rodrigues, o que motivou seu contrato pela Record para comandar o Fino da Bossa, um marco da música brasileira na televisão. Depois Elis esteve à frente do Som Livre Exportação, ao lado de Ivan Lins, na Globo, e sua voz permanece no ar, em trilhas de novelas como a recente Paraíso Tropical, de Gilberto Braga.Recheado de fotos históricas, o guia também destaca a guinada da cantora na virada da década de 60 para os 70, em que se tornou mais intensa e sofisticada, ao lado de César Camargo Mariano; e ressalta a relação da cantora com os grandes compositores que gravou. Algumas das canções desses autores que ela interpretou no programa têm as letras reunidas em duas páginas do guia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.