Divulgação
Divulgação

Mostra do Guggenheim não será mais exibida no MAM-SP

Instituições anunciaram cancelamento da exposição 'Sob o Mesmo Sol' devido a problema judicial da fundação americana no Rio

Camila Molina, O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2015 | 15h33

Atualizada nesta quinta-feira, 19, às 19h03

Por meio de um comunicado, a fundação e museu Solomon R.Guggenheim anunciou nesta quarta-feira, 18, que a mostra Sob o Mesmo Sol: Arte da AméricaLatina Hoje, apresentada de junho a outubro do ano passado em Nova York, não será mais exibida no Museude Arte Moderna (MAM) de São Paulo, como previsto. "As duasinstituições concordam que este não é o momento oportuno para essa realização,devido ao envolvimento do Guggenheim em um recurso judicial em curso no Rio deJaneiro, em assunto não relacionado à exposição", disse a assessoria deimprensa da instituição norte-americana. A exposição seria inaugurada em7 de abril e ficaria em cartaz até 21 de junho no museu brasileiro. Por ora, está cancelada qualquer apresentação da mostra no Brasil.


Segundo a assessoria do Guggenheim, o processo judicial está centrado no projeto antigo de realização de uma sede do museu na cidade do Rio de Janeiro datado de 12 anos atrás. "Quando agendamos a exposição, o caso estava pendente no tribunal e parecia dormente. Agora que está ativo novamente, pensamos que seria melhor esperar que a apelação seja resolvida antes de realizar qualquer iniciativa no Brasil", afirmou a assessoria da fundação, sem dar mais detalhes.  "A decisão (pelo cancelamento da exposição) não está relacionada aos fundos para a mostra", destacou a instituição americana. 

Devido ao fato, o MAM-SP afirma que optou por dar continuidade, até 21 de junho, à exibição de Museu Dançante, atual mostra em apresentação naGrande Sala da instituição e anteriormente prevista para ser encerrada em 20 de março. A exposição, feita em parceria com a SãoPaulo Companhiade Dança, conta com a participação de bailarinos do grupo. "A Sala Paulo Figueiredo, que abriga os ensaios eapresentações da São Paulo Companhia de Dança, recebe a exposição Piero Manzonia partir de 7 de abril, como já havia sido anunciado. O MAM, em parceria com aSão Paulo Companhia de Dança, estuda agora o cronograma de continuidade daprogramação", explicou a instituição em comunicado enviado nesta quinta-feira, 19, ao Estado.

Sob o Mesmo Sol: Arte da América Latina Hoje, com curadoriado mexicano Pablo León de La Barra (atualmente, diretor da Casa França-Brasil, no Rio), é resultado de um projeto do Guggenheim quemapeou obras contemporâneas de 40 artistas, entre eles, os brasileiros Paulo Bruscky, Jonathas de Andrade, Tamar Guimarães, Rivane Neuenschwander e Erika Verzutti, que se destacam no continente. Segundo o artista paulistano Adriano Costa, um dos participantes, o cancelamento da exposição no Brasil foi anunciado para ele por e-mail pelo curador e por membros da equipe do Guggenheim. Seu trabalho, a instalação Ouro Velho (2013), e de todos os criadores selecionados, de 15 países, foram adquiridas para a coleção do museu baseado em Nova York. Já a itinerância prevista de Sobo Mesmo Sol para o Museu Jumex da Cidade do México está até agora confirmada para o segundo semestre de 2015.    

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.