Morre Vancini, pequeno mestre dos anos 1960

Morreu na quinta-feira, aos 82 anos, em um hospital de Roma, Florestano Vancini. Para a nova geração de espectadores, é um nome que não representa muito, porque nos últimos 20 anos Vancini vinha trabalhando principalmente para a TV italiana e, mais recentemente, havia parado, pela precariedade de sua saúde, com a carreira. Mas nos anos 60 e 70 ele foi importante, fazendo filmes como A Noite do Massacre, Enquanto Durou o Nosso Amor e O Delito Matteoti. São obras intimistas e/ou crônicas históricas, porque Vancini, que começou no documentário curto, quis sempre dar um testemunho sobre o mundo em que vivemos.

Efe, O Estadao de S.Paulo

22 de setembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.