Morre o músico espanhol Ramón Barce

Considerado um dos compositores mais importantes do século passado, em Madri, o espanhol Ramón Barce morreu no domingo passado, segundo fontes da Academia de Belas Artes da Espanha, que não informaram a causa da morte. Tinha 80 anos. Um dos expoentes da vanguarda européia, Barce fundou o grupo Nueva Música, em 1958, contribuindo para a renovação estética de músicos espanhóis. Dele fizeram parte, entre outros, Alberto Blancafort, Fernando Ember e Antón García Abril. Barce criou um novo tipo de escala, conhecida por sistema de níveis. Foi crítico e tradutor de obras de Schoenberg, Strobel, Heidegger e Waldo Frank.

EFE, O Estadao de S.Paulo

16 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.