Morre o crítico de arte John Russell

O crítico de arte inglês John Russell, que durante décadas foi colaborador no The Sunday Times de Londres e no The New York Times, onde foi editor-chefe de arte entre 1982 e 1990, morreu no sábado, em Nova York, aos 89 anos. Russell começou a se dedicar à crítica de arte em 1950. Na época, inusualmente aberto a novos talentos, teve importância de peso na carreira de artistas emergentes no período, como Francis Bacon, Lucian Freud e R.B. Kitaj, ao escrever sobre eles no Sunday Times e em catálogos de mostras. Russell também foi autor de monografias sobre Seurat, Bacon, Henry Moore, Max Ernst e da coleção intitulada The Meanings of Modern Art.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.