Morre o cineasta francês Pierre Granier-Deferre

O cineasta francês Pierre Granier-Deferre, que dirigiu filmes como Adieu Poulet (O Incorruptível), Le Chat (O Gato) e Le Fils (Ange, o Gângster), morreu na sexta aos 80 anos. Ganhador de um César (o Oscar francês), teve uma carreira de mais de quatro décadas e dirigiu os principais astros dos anos 60 e 70, como Alain Delon, Jean Gabin, Simone Signoret, Lino Ventura, Michel Piccoli, Philippe Noiret e Romy Schneider. Era um diretor de linguagem clássica e apaixonado pelos chamados ''''romances negros'''' de George Simenon. Foi assistente de Marcel Carné. ''''Trabalho com estrelas para poder me esconder melhor por trás delas'''', costumava declarar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.