Morre o autor de Billy Liar,Waterhouse

Keith Waterhouse, cujo romance O Mundo Fabuloso de Billy Liar (1959) colocou o escritor na linha de frente dos jovens autores do norte da Inglaterra nos anos 1950, morreu sexta-feira, em sua casa, em Londres, de causa não revelada pela família. Em Billy Liar, ele usou referências autobiográficas para criar o personagem de Billy Fisher, adolescente sonhador e comediante frustrado que, em sua fantasia, é um primeiro-ministro. Foi o primeiro grande papel de Albert Finney no cinema, dirigido por John Schlesinger, em 1963. Para o diretor ele escreveu o roteiro do filme Ainda Resta uma Esperança (A Kind of Loving, 1962).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.