Geoffrey Van Der Hasselt/AFP
Geoffrey Van Der Hasselt/AFP

Morre o artista argentino Antonio Seguí, aos 88 anos

Pintor tinha uma prolífica obra figurativa de pinturas, estampas, litografias e gravuras que ilustram uma visão irônica da sociedade, impregnada de nostalgia e poesia

AFP, Agência

26 de fevereiro de 2022 | 16h37

O artista argentino Antonio Seguí, que vivia na França desde 1963, morreu neste sábado, 26, em Buenos Aires, aos 88 anos, após complicações em uma operação no quadril, informou o jornal La Nación, citando pessoas próximas à família.

"Me despeço de Antonio Seguí com o mesmo carinho e afeto que, tanto em Paris quanto Buenos Aires, sempre tivemos. Pintor e colega de minha geração, cujo trabalho sempre mereceu meu respeito e consideração", tuitou o pintor Luis Felipe Noé, entre inúmeros artistas, museus e referências da cultura que manifestaram suas condolências.

Criador de míticos homenzinhos de chapéu que povoam sua obra satírica, Seguí foi autor de uma prolífica obra figurativa de pinturas, estampas, litografias e gravuras que ilustram uma visão irônica da sociedade, impregnada de nostalgia e poesia.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Antonio Seguí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.