Morre no Rio, aos 83 anos, o artista João José Costa, do Grupo Frente

Nome de destaque no movimento concretista no Brasil, o pintor nascido no Piauí se tratava de um câncer de esôfago

O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2014 | 20h02

Morreu no sábado, aos 83 anos, o artista plástico João José Costa, um dos destaques do movimento concretista no Brasil, na década de 1950. Nascido em Teresina (Piauí) e radicado no Rio, o pintor foi um dos fundadores do Grupo Frente, que teve entre seus integrantes nomes como Lygia Pape, Hélio Oiticica, Abraham Palatnik e Ivan Serpa, de quem foi aluno. Radicado no Rio, sua obra, abstrata na essência, é marcada pela utilização de formas geométricas, cuja precisão revela a sua formação como arquiteto. 

Diagnosticado há pouco tempo com câncer de esôfago, Costa ficou internado em tratamento durante dez dias no Hospital São Lucas, em Copacabana, onde morreu às 21 horas. Seu corpo foi cremado no domingo à tarde, no Memorial do Carmo, no Cemitério do Caju, na zona norte do Rio.

Mais conteúdo sobre:
artista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.