Leda Abuhab/Estadão
Leda Abuhab/Estadão

Morre em São Paulo o artista Antonio Henrique Amaral

Pintor e gravador tinha 79 anos e lutava contra um câncer de pulmão

Camila Molina, O Estado de S. Paulo

24 de abril de 2015 | 19h51

Morreu na tarde desta sexta-feira, 24, o pintor e gravador Antonio HenriqueAmaral. Paulistano, tinha 79 anos e estava internado desde o início da semana no Hospital Samaritano, onde lutava contra a recidiva de um câncer de pulmão. 


Um dos principais artistas brasileiros do século 20, Antonio Amaral ficou conhecido, principalmente, por sua série das Bananas, pinturas realizadas entre 1968 e 1975 com as quais fazia seu comentário político sobre o regime ditatorial e a situação brasileira. “Veioo AI-5 (Ato Institucional 5) e me dediquei a pintar bananas como um ato de deboche, um gestosarcástico contra os militares que haviam transformado o Brasil numa repúblicade bananas”, afirmou o pintor ao Estado durante a realização de sua exposição retrospectiva na Pinacoteca do Estado de São Paulo, apresentada entre dezembro de 2013 e fevereiro de 2014.

Irmão da cineasta Suzana Amaral e da crítica e historiadorade arte Aracy Amaral, o artista deixa duas filhas, Mariana Valdrighi Amaral e Carla Nádia Beltran Amaral. Seu corpo será velado entre 7 horas e 15 horas do sábado, 25, no espaço FuneralHome, localizado na Rua São Carlos do Pinhal, 376, Bela Vista. Já o enterro do pintor e gravador vai ser realizado no Cemitério do Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.