NYT
NYT

Morre em Nova York, aos 88 anos, a crítica de arte Dore Ashton

Ela é autora de livros referenciais da história da arte, entre eles 'About Rothko' e 'American Art Since 1945'

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S. Paulo

03 de fevereiro de 2017 | 21h11

Morreu na segunda-feira, em Nova York, aos 88 anos, a crítica e historiadora de arte norte-americana Dore Ashton, autora de um ensaio biográfico fundamental sobre o pintor Mark Rothko. Ela também escreveu outro livro de referência sobre a arte norte-americana no pós-guerra, American Arti Since 1945.

Dore Ashton pertenceu a uma geração de brilhanmtes críticos, entre eles Harold Rosenberg, Leo Steinberg e Meyer Schapiro. Foi amiga de pintores como Léger e Philip Guston, sendo a interlocutora favorita de Rothko em discusssões sobre filosofia e estética. Crítica de publicações importantes como o Times, ela largou o jornalismo para se dedicar ao ensino de arte.

 

Mais conteúdo sobre:
Mark Rothko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.