Morre em acidente o ator de teatro Olayr Coan

MEMÓRIA

O Estadao de S.Paulo

31 de dezembro de 2007 | 00h00

Morreu na madrugada de domingo para segunda-feira, vítima de acidente de carro, o ator de teatro Olayr Coan, aos 48 anos. Ele faria aniversário na segunda, dia 7. Na noite de domingo, Olair estava no Teatro Folha, no Shopping Higienópolis, onde ensaiou até quase meia-noite o espetáculo O Mala, que estrearia na sexta, dia 4, com direção de Isser Korik. Saiu do ensaio e pegou a estrada para Porto Feliz, interior de São Paulo, sua cidade natal, com intenção de passar o réveillon com a família. Seu carro foi atingido por uma caminhão desgovernado e ele morreu na hora. Olayr dava aula de teatro na Faap e no curso de Wolf Maya. Interpretou papéis de destaque em peças como Pobre Super-Homem (com direção premiada de Sérgio Ferrara), Confissões de Leontina e O Crime do Padre Amaro , entre outras. No cinema, fez um jesuíta em Desmundo, de Alain Fresnot. Na TV, a novela As Pupilas do Sr. Reitor, no SBT. "Ele estava muito feliz com a estréia", diz Isser Korik, de O Mala, espetáculo agora adiado e sem previsão de nova data de estréia. "Tivemos um ensaio lindo no domingo, que inclusive gravamos. É indescritível a emoção que se abateu sobre o elenco e a equipe. Essa perda, para todo a classe teatral brasileira, é gigantesca e está doendo muito. Perdemos precocemente um grande talento dos palcos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.