Morre autor da popular peça Chá e Simpatia

Morreu anteontem, em sua casa em Nova York, aos 91 anos, o dramaturgo norte-americano Robert Anderson, autor da peça Chá e Simpatia, levada ao cinema em 1958 por Vincente Minelli com roteiro do próprio autor. A peça teve várias montagens no Brasil, a primeira delas com Sergio Cardoso e Nydia Lycia, em 1957. Anderson, que sofria do mal de Alzheimer, nunca alcançou a reputação de Tennessee Williams, mas suas peças envolvem pelo tratamento delicado de seus temas - a amizade entre uma professora e seu aluno tímido em Chá e Simpatia e a tensa relação entre pai e filho em Meu Pai, Um Estranho (I Never Sang for My Father).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.