Morre a poeta e crítica uruguaia Idea Vilariño

A poeta, ensaísta e crítica literária uruguaia Idea Vilariño, uma das figuras principais da Geração de 45 da literatura do Uruguai, ao lado de escritores como Mario Benedetti e Juan Carlos Onetti, morreu ontem, aos 89 anos, em Montevidéu. Idea Vilariño, nascida em 18 de agosto de 1920, destacou-se desde muito cedo no cenário literário ao lançar os livros de poesia La Suplicante (1945) e Paraíso Perdido (1949), duas de suas primeiras publicações. Em sua eclética carreira, além de escritora e professora, também compôs títulos míticos da música popular uruguaia e fez traduções, especialmente de obras de Shakespeare.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.