Denis Balibouse/ Reuters
Denis Balibouse/ Reuters

Mona Lisa retorna para seu espaço no Louvre após museu passar por reforma

A Sala dos Estados, espaço onde a obra de Leonardo da Vinci fica originalmente exposta, precisou passar por obras para melhor acomodar os visitantes

AFP, Agências

07 de outubro de 2019 | 08h31

A Mona Lisa, famoso quadro de Leonardo da Vinci, retornou nesta segunda-feira, 7, a seu espaço habitual no Louvre, em Paris. A pintura estava em outra ala do museu desde julho deste ano, quando precisou ser deslocada temporariamente para que a sala onde fica originalmente exposta, pudesse passar por obras. Com a reforma, o museu visa receber de forma mais eficiente o grande fluxo de visitantes que cruzam diariamente os seus corredores.

Ao todo, foram necessários pouco mais de dois meses de trabalhos. Durante esse tempo, a célebre pintura de Leonardo da Vinci precisou ser transferida para a Galeria Medicis, dentro do próprio Louvre. Terminadas as obras, a Mona Lisa retorna agora para a Sala dos Estados, onde deve dividir o espaço com As Bodas de Caná, de Paolo Veronese, atualmente o maior quadro do museu. Para a sua reestreia na sala agora reformada, um novo vidro de proteção, mais transparente e de melhor visualização, também foi inaugurado. 

A Sala dos Estados não passava por reformas há aproximadamente 15 anos. Em essência, as obras deste ano tiveram como intuito melhorar a iluminação e alterar o circuito de circulação dos visitantes, entre outras modificações. A proposta é que o espaço consiga abrigar com mais conforto uma quantidade ainda maior de pessoas.

No entanto, apesar da Mona Lisa ser a maior atração do Louvre, que também leva o título de maior museu do mundo, alguns diretores do centro cultural chegam a lamentar que alguns turistas se interessem apenas por esta obra durante suas visitas. No ano passado, 10,2 milhões de pessoas visitaram o Louvre - desse total, estima-se que 80% apenas para ver o quadro de da Vinci.

No dia 24 de outubro, o museu também inaugurará uma grande exposição sobre Leonardo da Vinci, porém, a Mona Lisa não deverá ser deslocada de seu espaço atual para a ocasião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.