Minnelli, Judy e Kelly celebram arte do palhaço

Grande diretor de musicais, Vincente Minnelli já havia dirigido sua mulher, a atriz e cantora Judy Garland - mãe de Liza -, em Agora Seremos Felizes, de 1944. Três anos mais tarde, Judy voltou a cantar e dançar diante das câmeras do marido e o filme, O Pirata, é a atração de hoje do TCM, às 14 horas. Você não precisa ser fã de musicais, mas se for, poderá desfrutar mais ainda - O Pirata é um dos maiores filmes já feitos, independentemente de gênero. Conta a história de garota que sonha com herói imaginário e se envolve com palhaço de circo que recria o papel para ela. Minnelli filtra o real pelo imaginário (e vice-versa), beneficia-se da trilha de Cole Porter e da coreografia de Gene Kelly. O número Be a Clown é antológico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.