Michael Jackson faz acordo com xeque

A presença de Michael Jackson no tribunal de Londres, prevista para ontem, foi cancelada graças a um acordo extrajudicial milionário com o filho do rei de Bahrein, que o havia indiciado por "ruptura de contrato". O acordo entre o astro do pop e o xeque Abdulá bin Hamad Al Jalifa ocorreu no domingo, quando o cantor embarcava rumo a Londres para se defender da acusação. O príncipe havia entrado com uma ação judicial afirmando que teria pago US$ 7 milhões a Jackson para que ele produzisse um disco, escrevesse uma autobiografia e atuasse numa comédia musical. Jackson, por sua vez, entendera que o dinheiro era um presente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.