Maroon 5, com uma pitada de soul music e baldes de pop

Dentro da dialética de Adam Levine e James Valentine, respectivamente vocalista e guitarrista do Maroon 5, é possível distinguir duas partes que dialogam em estações opostas. Com apresentação marcada para amanhã em São Paulo, a dupla fundadora de um dos grupos de maior sucesso da atualidade ponderou sobre assuntos diversos ao Estado, por telefone. Adam queria falar sobre política, enquanto James... "Ontem conheci Jack White. Mas não consegui falar nada. Estava tão bêbado que travei." Minutos depois é Adam quem entra na linha. Antes de Barack Obama ser confirmado o novo presidente dos EUA, o vocalista deixou claro sua predileção pelo democrata: "Faço qualquer coisa para ter ele como presidente." A labuta de Adam deve ter reverberado na Casa Branca. O Maroon 5 vendeu 10 milhões de cópias e conquistou 26 discos de platina apenas do seu primeiro CD, Songs About Jane, de 2002 - o segundo, It Won?t Be Soon Before Long, é de 2007. No Brasil, a canção This Love estourou após entrar na novela Senhora do Destino. Estava claro que a pitada de soul music que tempera o pop quadrado havia dado certo. Enquanto as influências de Adam transitam entre Beatles, Police, Lauryn Hill e Stevie Wonder, James se acerta com Frank Zappa e Firehose. "Tive o prazer de conhecer Stevie Wonder e descobri que ele sabe de nossas músicas. Não sei nem como explicar a emoção", recorda Adam. M.B.ServiçoMaroon 5. Via Funchal (6 mil lug.). Rua Funchal, 65, Vila Olímpia, 3188-4148. Dom., 21 h. R$ 180 a R$ 300

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.