Simon Dawson/Reuters
Simon Dawson/Reuters

Marina Abramovic usa avatar digital em nova performance em Londres

Em 'The Life', visitantes usam capacetes especiais de computação que lhes permitem assistir uma performance de 19 minutos

Reuters, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2019 | 15h54

LONDRES (Reuters) - A artista Marina Abramovic, conhecida por suas performances de longa duração, seu questionamento das fronteiras físicas e mentais e suas interações íntimas com visitantes de galerias, aparece como um avatar de realidade aumentada em uma nova exposição na Galeria Serpentine de Londres.

Em The Life, os visitantes usam capacetes especiais de computação que lhes permitem assistir uma performance de 19 minutos de Marina, de 72 anos, enquanto percorrem a galeria.

“Gosto de irradiar certa energia do meu próprio corpo ao espectador. Então é isso que quero, este tipo de conexão que é realmente material porque estou ali e não estou ao mesmo tempo”, disse a artista nascida em Belgrado.

“Se eu realmente conseguir isso, significa que minha performance não termina com meu corpo físico, mas também pode existir em um corpo virtual.”

Mais de 30 câmeras em movimento foram usadas para criar o avatar, e foram necessárias 10 horas de filmagem para processar um minuto de sua apresentação.

A performance de longa duração 512 Horas de Marina atraiu quase 130 mil visitantes ao Serpentine em 2014.

The Life fica em cartaz até o dia 24 de fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
Marina Abramovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.