Marcelo Frota, um buscador do Sol a espantar a tristeza

É disso que se trata o segundo e belo CD do cantor e compositor apelidado de Momo, com estética sonora da década de 70

Lauro Lisboa Garcia, O Estadao de S.Paulo

15 de agosto de 2008 | 00h00

Momo é o apelido que tornou mais conhecido no meio da música indie o compositor e cantor Marcelo Frota, a partir de seu primeiro trabalho-solo, Estética do Rabisco, um dos melhores CDs de 2007. Amanhã ele faz show único no Sesc Pompéia, para lançar o CD Buscador, que dá continuidade à estética do primeiro. "Apostei no mesmo caminho, sem edição de instrumentos, afinação de vozes ou uso de instrumentos virtuais", diz Momo, botando fé na boa escolha.Saído do não menos criativo grupo Fino Coletivo, ele investe neste segundo trabalho numa sonoridade mais setentista, com influência de folk, psicodelia e algo de pop brasileiro do período. Na capa do CD há uma foto de um pôr-do-sol comum, em sépia, nada dessas imagens de cartão-postal de verão.Essa imagem ilustra bem o que se encontra no conteúdo do disco. A maioria das faixas, em ritmo de balada, traz o Sol como indicador de esperança em situações de superação, a espantar a tristeza de conflitos fraternais. O Sol, no caso, não é aquele da euforia de verões à beira-mar."Meus sonhos todos desceram na descarga/ Meus amigos me preferem na alegria", canta Momo em Preciso Ser Pedra, que abre o CD. "Clareia o sol queimando a dor", diz em Irmãos. "Agora vejo o sol e a chuva a me limpar", prossegue em Buscador. "E o sol nascerá, o sol nasceu", continua em Tristeza. Tem mais em Se Você Vem: "Agora vejo o sol/ Um dia duvidei." Trata-se de um álbum quase monotemático, com canções bonitas e melancólicas, que ele dedicou à avó. "A poesia é quase um desabafo, um escarro", esclarece. No show, além do próprio violão, Momo será acompanhado por Adriano Barros (guitarra), Bruno Braggion (bateria), Caetano Malta (baixo) e Fabio Pizzo (casiotone). Até 31 de setembro, as dez faixas do CD estarão disponíveis para download gratuito nos sites www.listentomomo.com e www.tramavirtual.uol.com.br. Depois serão comercializadas on line pela Dubas Música.M

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.