IARA MORSELLI|ESTADÃO
IARA MORSELLI|ESTADÃO

Marcelo Araujo vai assumir presidência do Instituto Brasileiro de Museus

Museólogo deixa a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo para se dedicar ao novo cargo a partir de julho

Camila Molina, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2016 | 16h11

A Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo informou nesta terça-feira, 21, que Marcelo Araujo vai deixar o cargo de secretário da pasta para assumir, em julho, a presidência do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), órgão do Ministério da Cultura. 

"Em São Paulo, inaugurou cinco Fábricas de Cultura, bem como a Biblioteca Parque Villa-Lobos em 2014, que recebeu 190 mil visitantes em seu primeiro ano de funcionamento. Também reinaugurou os museus da Imigração e Casa de Portinari, em Brodowski", destacou o comunicado. Não há informações sobre seu substituto na pasta. 

Advogado, museólogo e doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Marcelo Araujo assumiu a Secretaria de Estado da Cultura em 2012. Antes do cargo, Araujo foi diretor da Pinacoteca do Estado (2002-2012) e do Museu Lasar Segall (1997-2002). 

Carlos Roberto Brandão, que presidia o Ibram, encabeça a única chapa inscrita para a eleição, no dia 30/6, da direção do Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP. A vice diretora da inscrição de Brandão, segundo a instituição, é a professora e curadora do MAC, Ana Magalhães.

"São Paulo é de longe o Estado que mais investe em cultura no país e a experiência de gerenciar essa infraestrutura foi um marco em minha vida profissional. Quero expressar minha imensa gratidão pela confiança do governador Geraldo Alckmin e destacar a competência da equipe que encontrei na Secretaria",  afirmou Araujo na nota de imprensa. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
CulturaMinistério da Cultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.