Maratona de filmes para assistir em família

Em sua 7.ª edição, festival internacional traz à cidade longas inéditos, clássicos restaurados e várias atividades paralelas

Eliana Silva de Souza, O Estadao de S.Paulo

11 de setembro de 2009 | 00h00

Tem início hoje o Festival Internacional de Cinema Infantil, que exibirá, até o dia 20, cerca de 80 filmes, alguns inéditos, outros clássicos, além de promover debates e realizar sessões com dublagem sendo feita aos olhos do público. Tudo isso poderá ser conferido em dois cinemas da Rede Cinemark, o do Shopping Eldorado e o do Shopping Metrô Santa Cruz.

Sob a direção de Carla Camurati e Carla Esmeralda, o evento chega à sua sétima edição e mostra que veio para ficar. "Este ano preparamos novidades bem interessantes, como a mostra Novos Jovens, dirigido ao público adolescente, e o Panorama Teen, com curtas-metragens", conta Carla, que se diz realizada por ter em mãos esse projeto que é muito especial para ela. "É um evento que não se destina apenas às crianças, pois tem um formato que atrai família inteira."

E, para selecionar o que será visto, ela explica que percorreu festivais pelo mundo e aqui também. "Temos de escolher alguns filmes entre tantos que vemos. Para o Prêmio Brasil de Cinema Infantil tivemos de chegar a dez filmes, num total de 123 inscritos, que concorrerão a R$ 10 mil", conta.

Durante dois fins de semana, o público poderá também participar de algumas atividades. Como a da sessão Pequeno Jornalista, onde haverá a pré-estreia da animação O Segredo de Kells, de Tomm Moore, e em seguida jornalistas convidados explicarão como fazem suas críticas. Há ainda a Oficina de Cinema de Animação. E outros filmes inéditos programados é O Melhor Amigo da Lua, de Mike Maurus e Thomas Bodenstein.

Mas um dos destaques, com certeza, será a exibição do clássico de Charles Chaplin O Garoto, em cópia restaurada. Em versão também recuperada, o longa As Aventuras do Príncipe Achmed (1926), primeira animação feita por uma mulher, a alemã Lotte Reiniger. "Esse filme da Lotte é maravilhoso, um clássico que conseguimos", orgulha-se Carla.

Agora, que tal ver ali, ao vivo, como são feitas as dublagens? Nessa sessão, Wendel Bezerra (que faz a voz do Bob Esponja) e Angélica Santos (voz do Cebolinha) dublarão três animações - Prop e Berta (Dinamarca), de Per Fly, Os Três Ladrões (Alemanha), de Hayo Freitag, e a ficção Muito Prazer, Eugênio (Suíça), de Michael Steiner.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.