Manuscritos de Flaubert estão na internet

As 4,5 mil folhas do manuscrito do romance Madame Bovary, de Gustave Flaubert, estão disponíveis no site www.bovary.fr graças a um trabalho de anos de centenas de amantes da obra publicada em 1857 pelo escritor francês. O site surgiu da colaboração entre a Universidade de Rouen, cidade natal de Flaubert, e da Biblioteca Municipal de Rouen. Cerca de 600 pessoas, de diversos países, aceitaram o convite para trabalhar nessa empreitada. Delas, 130 fizeram voluntariamente a transcrição dos manuscritos, iniciada em 2003. No site é possível ver reproduções dos originais do escritor, com as suas anotações e erros. EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.