Mais do mesmo

Novidade, só para quem tem HD

Thaís Pinheiro e Patrícia Villalba, O Estadao de S.Paulo

04 Fevereiro 2008 | 00h00

Não teve transmissão em HD que transformasse o carnaval na TV em grande novidade. Enquanto as emissoras levantavam a bandeira da alta definição, só quem tem o conversor digital é que pôde conferir o tal ''''show de imagens''''. Fora isso, nenhuma grande inovação. A cobertura da Globo foi a de sempre. Entre os que tentavam mostrar intimidade com a comunidade do samba, só mesmo Leci Brandão para dar legitimidade aos comentários. Fora ela, o deslumbramento reinou, num tal de ''''samba-enredo empolgante'''' e ''''passistas de tirar o fôlego'''' a granel. No desfile do Rio, anunciado como o ''''maior espetáculo da Terra'''', a emissora pôs mais comentaristas e repórteres a postos, com destaque para Maria Augusta que, como Leci, consegue equilibrar a fogueira de vaidades da transmissão. Pelas beiradas, a RedeTV! levou suas estrelas para os bastidores de SP, Rio e Salvador. A empolgada ex-BBB Íris Stefanelli não poupou gritinhos e pulinhos, numa estratégia para compensar a falta de conteúdo de suas perguntas, destinadas às passistas seminuas e semifamosas pouco antes dos desfiles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.