Limpidez do rio é tema de exposição educativa

Ao mesmo tempo, o Itaú Cultural também inaugura hoje H2Olhos, exposição paralela a Quase Líquido. Instalada no segundo subsolo do prédio, é uma mostra educativa, feita com curadoria do fotógrafo Miguel Chikaoka. Desde 2005, Chikaoka desenvolve o projeto Olhos d''Água. No ano passado, por meio dessa iniciativa, foram realizadas oficinas com artistas, educadores e jovens do Pará. A mostra H2Olhos partiu dessa experiência e aqui teve como tema motivador a limpidez do Rio Tietê - obviamente, em localidades fora da cidade de São Paulo.No subsolo do Itaú Cultural é como se fosse possível fazer um passeio pela nascente do rio e suas águas por meio de três segmentos: H2Olhos no Olho, H2Olhos no Leito e H2Olhos nas Nuvens. Entre os artifícios criados para essa experiência, está um espaço feito com tecidos translúcidos para o visitante se sentir imerso na água.Oficinas de fotos, desenhos e pinturas serão ministradas entre 5 de abril e 24 de maio como parte da mostra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.