Fuerzas De Seguridad Libano
Fuerzas De Seguridad Libano

Líbano recupera suposto quadro de Dalí que tinha sido roubado

A Fundação Gala-Salvador Dalí diz que precisa analisar a pintura para provar autenticidade

EFE

18 Outubro 2017 | 16h00

As autoridades libanesas anunciaram nesta quarta-feira, 18, a recuperação do quadro Retrato da senhora James Reeves, provavelmente o original do pintor espanhol Salvador Dalí que tinha sido "roubado em um país vizinho".

"Provavelmente é o original e vale milhões de dólares", disse o Escritório Internacional de Prevenção de Crimes da Polícia do Líbano em um comunicado.

A polícia apreendeu a obra no último dia 13, após várias investigações que conduziram à detenção de quatro suspeitos, três sírios e um libanês, que supostamente tentavam vender a obra.

As forças de segurança acrescentaram no comunicado que o confisco da obra aconteceu "no marco da luta contra o roubo e tráfico de antiguidades".

O Retrato da senhora James Reeves foi pintado em 1954 e, segundo o site da Fundação Salvador Dalí, que não informa que tinha sido roubado, foi leiloado pela galeria Christie's, de Londres, em 10 de dezembro de 1997.

Em um e-mail, a responsável de comunicação da Fundação Gala-Salvador Dalí, Imma Parada, declarou à Agência Efe que "deveria analisar-se a pintura fisicamente para saber se a recuperada pela polícia é e xatamente a mesma que temos catalogada".

Além disso, detalhou que "a Fundação Dalí não tem informação sobre sua situação atual desde que foi leiloada na Christie's em 10 de dezembro de 1997".

 

Mais conteúdo sobre:
Salvador DalíArte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.