La Soledad, de Rosales, é grande vencedor da 22.ª edição dos Goya

La Soledad, de Jaime Rosales, foi o ganhador das categorias melhor filme e melhor direção da 22ª edição dos prêmios Goya de cinema espanhol, entregues anteontem em Madri. La Soledad, que estreou no ano passado no Festival de Cannes, também recebeu o Goya de ator revelação para José Luis Torrijo. Já Manuela Velasco venceu como atriz revelação; Alberto San Juan, como ator por seu trabalho em Bajo las Estrellas; e Maribel Verdú como atriz por sua interpretação em Siete Mesas de Billar Francés. Em outras categorias, o argentino XXY, de Lucía Puenzo, venceu como melhor latino-americano.

AFP, O Estadao de S.Paulo

04 Fevereiro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.