Klaxons são reis por uma noite

Ingleses seduzem público, que cantou junto todos os hits

Felipe Lavignatti, O Estadao de S.Paulo

24 de outubro de 2008 | 00h00

Com o desfalque da banda The Gossip, os britânicos do Klaxons puderam reinar sozinhos na noite batizada de Novas Raves. Como o próprio nome sugere, era para ser uma noite da New Rave, gênero cujo maior expoente é o próprio Klaxons. Era, não fosse o som pop calcado em sintetizador do Neon Neon. Se Kanye West levou patricinhas e manos a dividirem o mesmo ambiente, a new rave prometida pelos britânicos transformou o Ibirapuera em uma noite no Milo Garage, clube de São Paulo freqüentado por indies. Com os atrasos já habituais do festival, o grupo tocou seu curto set para um público que cantava cada música como se o repertório fosse somente de hits. Assim como o Neon Neon, o Klaxons tem apenas um álbum lançado, mas conta com a vantagem de um ano a mais de atividade. Esta pequena diferença parece crescer no palco. Vestindo roupas espalhafatosas, o grupo abriu o show com Bouncer, seguida da dançante Atlantis to Interzone Totem. A improvável mistura dos vocais em coro, as distorções e a bateria quase punk combinam bem ao vivo. As versões bem mais sujas que as de estúdio tornam o show quase tão cru quanto prometia ser o do Gossip. O bis contou com a participação do mestre-de-cerimônia do Neon Neon fazendo uma dança tosca, enquanto o Klaxons encerrava a apresentação com Four Horsemen.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.