Ken Annakin: morre o diretor de sucessos

Em fevereiro, ele havia sofrido um derrame cerebral. Na quarta-feira, Ken Annakin morreu, aos 94 anos. Diretor inglês de prestígio internacional, ganhou projeção com Miranda, de 1948, sobre sereia que subverte a rotina de um casal respeitável. Seu currículo de artesão inclui filmes de diversos gêneros, vários deles muito bons - A Cidadela dos Robinson, Esses Homens Maravilhosos e Suas Máquinas Voadoras, O Mais Longo dos Dias, Uma Batalha no Inferno, Catástrofe nas Selvas. Ken Annakin foi muito melhor do que sugere sua modesta reputação. Mike Leigh definiu-o como "verdadeiro mestre do cinema comercial de qualidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.