Já em seu prédio, museu abriga mais duas exposições

Smetak Imprevisto perpassa pesquisa inovadora de músico e Cover trata da questão da reencenação

Camila Molina, O Estadao de S.Paulo

14 de outubro de 2008 | 00h00

Em seu prédio sob a marquise do Ibirapuera, o MAM apresenta mais duas mostras. Smetak Imprevisto, na Grande Sala, que perpassa as criações do músico suíço Walter Smetak (1913- 1984) - suas obras sonoras inovadoras e filosóficas. Sua pesquisa é mostrada pela curadoria do músico Arto Lindsay e de Jasmin Pinho - a mostra já foi apresentada no MAM da Bahia. E há ainda Cover = Reencenação + Repetição, na Sala Paulo Figueiredo, coletiva com curadoria de Fernando Oliva formada por cerca de 90 obras de criadores nacionais e estrangeiros.O projeto curatorial de Oliva tem como premissa a idéia de que uma das estratégias válidas para a criação contemporânea é a "reencenação" de obras já realizadas, sem que isso se refira a um plágio ou mera citação. "Ao recriarmos algo (seja um evento histórico, uma batalha civil, um filme, uma canção, um clipe, uma obra de arte), ganhamos uma oportunidade de reconciliação com o passado e, acima de tudo, a oportunidade rara de experenciá-lo no presente", escreve o curador. A artista Carla Zaccagnini, por exemplo, faz uma inteligente recriação de obra de Iran do Espírito Santo emblemática e presente no acervo do MAM; Raquel Garbelotti recorre aos filmes western; Rodrigo Matheus apresenta obra na fronteira entre o natural e o artificial ao colocar em cavaletes pôsteres de fotos de coqueiros ao vento. A mostra ainda conta com projeções de filmes no auditório (entre os participantes dessa seção, está Lars Von Trier) e ações paralelas pelo parque. Interessante também que o curador fez uma parede com painel formado por 51 obras da coleção do MAM em que ele detectou o "mesmo dispositivo do cover". ServiçoSmetak Imprevisto e Cover = Reencenação + Repetição. MAM. Parque do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/n.º, 5085- 1300. 3.ª a dom., 10/18 h. R$ 5,50. Até 21/12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.