Investigação de tempos atrozes que não têm fim

Fantasmas en El ParqueMaría Elena WalshAlfaguara260 págs., R$ 59María frequenta o Parque Las Heras, um imenso solário aberto sobre as ruínas da antiga Penitenciária Nacional. Ali ela lê e escreve, evocando seus fantasmas. E as anomalias costumam atrair-se. Pouco a pouco María vê a sua vida se entrelaçar com a de outros frequentadores habituais e outros nem tanto, pessoas desarraigadas, seres que são arquétipos de um país em crise e de "um século atroz que ainda não terminou". Fantasmas de El Parque, da argentina María Elena Walsh (1930), mistura ficção e autobiografia. A autora relembra lugares e pessoas conhecidos, como amores e amigos. Fantasmas... é a conjuração de medos particulares e uma exploração do passado argentino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.