Inéditas do Palácio das Artes

Companhia de Belo Horizonte mostra três coreografias

Livia Deodato, O Estadao de S.Paulo

03 de abril de 2008 | 00h00

O destaque para o vigor físico e criativo de bailarinos-intérpretes é o ponto convergente das três coreografias inéditas que a Cia. de Dança Palácio das Artes, de Belo Horizonte, apresenta até domingo no Sesc Pinheiros. Transtorna, de Christina Machado, Carne Agonizante, de Sandro Borelli, e Quimeras, de Mário Nascimento, vão mostrar o alto nível de estágio que a dança contemporânea brasileira já alcançou em Minas Gerais. Carne Agonizante e Quimeras integram o projeto Entremundos, criado sob a proposta de oferecer espaço a coreógrafos que já desenvolveram trabalhos colaborativos relevantes com suas respectivas companhias e agora têm a chance de se valorizarem na tripla função pesquisador-intérprete-bailarino.''Tanto Borelli quanto Nascimento, que pela primeira vez trabalham conosco, possuem pensamentos instigantes sobre dança contemporânea. Em Carne Agonizante, Borelli mostra uma capacidade de hipnose provocada por exigentes movimentos. É uma coreografia que conduz o público para outro tempo e outro espaço. Já Quimeras é esfuziante. Costumo dizer que Nascimento é meio barroco - ele tem muito a dizer'', opina Christina. Por sua vez, a coreógrafa de Transtorna e diretora da Cia. de Dança Palácio das Artes há oito anos define o seu trabalho como ''aberto''. ''Tem um toque grande de improvisação. Conto com o vigor físico dos bailarinos, que têm de ter inteligência cênica para estabelecer um diálogo com o público e com os demais artistas.'' Transtorna, que permite ao público um contato mais estreito com os bailarinos, por dividir o palco com o elenco, terá só mais uma apresentação hoje. Serviço Cia. de Dança Palácio das Artes. Sesc Pinheiros - Teatro Paulo Autran (1.010 lugs.). Rua Paes Leme, 195, telefone 3095-9400. Hoje e sáb., 21 h; dom., 18 h. R$ 3,50 a R$ 15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.