EFE/ Victor Lerena
EFE/ Victor Lerena

Historiadora lança livro sobre vida e obra de Fernando Botero

O 'Livro de Estudos' traz análises de desenhos, pinturas e esculturas do artista colombiano

Leonardo Zvarick, especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2018 | 18h58

A historiadora espanhola Lourdes Cirlot lançou nesta terça, 9, o Livro de Estudos de Fernando Botero, que reúne desenhos e traz análises da obra do artista colombiano. Revestido em tecido de linho e com elegante encadernação armênia, o primeiro volume do livro mostra figuras femininas em diferentes posições: mulher de perfil, mulher com pássaro, mulher nua, entre outras.

Conhecido por representar mulheres em proporções exageradas, Botero pertence à escola figurativista. Além dos desenhos, o livro traz textos publicados pelo autor na década de 1980.

O escritor peruano Mário Vargas LLosa, autor do prólogo do livro, refere-se a Botero como um grande artista, criador de um universo próprio. "Suas criações são de uma abundância material e física que expressam um estado de contentamento e satisfação da vida tal como ela é. A sensação de que o mundo em que vivemos vale a pena, uma profunda razão de ser", disse o ganhador do Nobel.

A obra analisa a trajetória de Botero através de suas pinturas, esculturas e desenhos, e destaca a presença da mulher ao longo de sua carreira. "A pintura é feita de forma livre, sob parâmetros imaginativos e inovadores. Não se trata de criar o padrão de beleza que se impõe nos cânones clássicos. O objetivo é chegar a um estado no qual se torna possível surpreender e ser surpreendido", escreve a historiadora Lourdes Cirlot.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.