Harryhausen e os efeitos do cultuado Jasão

Steven Spielberg e George Lucas reconhecem em Ray Harryhausen o gênio dos efeitos especiais. Numa época em que ainda não havia computadores, ele criava muitas vezes de forma artesanal os efeitos que materializavam na tela as fantasias mais delirantes. A contribuição de Harryhausen é inestimável em Jasão e o Velo de Ouro. A fantasia mitológica de Don Chaffey com Todd Armstrong e Nancy Kovack passa às 15h40 no TCM. Em busca do velocino de ouro, Jasão lança-se ao mar, no barco Argos. No caminho, os chamados ?argonautas? encontram deuses e monstros. O resultado é uma das mais belas aventuras do cinema, plena de ação, humor e significados míticos que remetem à essência da cultura grega (e ocidental).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.