REUTERS/Maxim Shemetov
REUTERS/Maxim Shemetov

Gravura de Banksy é roubada de galeria em Toronto

O trabalho roubado, Trolley Hunters, tem valor estimado em cerca de 45 mil dólares canadenses

AFP

15 Junho 2018 | 10h30

A polícia de Toronto anunciou nesta quinta-feira, 14, a abertura de uma investigação pelo roubo de uma gravura de Banksy em uma galeria de arte dessa cidade canadense, que dedica uma exibição ao famoso artista de rua britânico.

"Recebemos um telefonema sobre uma entrada forçada no oeste da cidade", disse a porta-voz da polícia Jenifferjit Sidhu à AFP. "Em algum momento do domingo, uma gravura de Banksy desapareceu da exposição".

++ Mural de Banksy em protesto contra prisão de artista turca é pichado em NY

O trabalho roubado, Trolley Hunters, mostra três homens vestidos com uma tanga, no meio de um campo, apontando suas lanças afiadas para carrinhos de supermercado vazios. Seu valor é estimado em cerca de 45 mil dólares canadenses (ou quase 35 mil dólares americanos), disse Sidhu.

A exposição, não autorizada pelo artista, foi inaugurada na quarta-feira em um edifício industrial de Toronto transformado em galeria de arte, como parte de uma turnê pela América do Norte.

Esta mostra se apresenta como a maior dedicada até agora ao artista, que cultiva um grande mistério acerca da sua identidade. Com aproximadamente 80 obras de coleções privadas, que incluem esculturas, serigrafias, pinturas e peças multimídia, a exposição está aberta ao público até o dia 11 de julho.

Mais conteúdo sobre:
Banksy artes plásticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.