Globo faz mininovelas

Dramaturgia editada rende subprodutos

Keila Jimenez, O Estadao de S.Paulo

31 de agosto de 2009 | 00h00

A Globo pretende picotar suas novelas e minisséries a fim de obter subprodutos para vender ao mercado internacional. Segundo o diretor da Divisão Internacional da Globo, Ricardo Scalamandré, núcleos e personagens específicos de algumas novelas já estão tendo suas cenas separadas para ganharem uma nova edição em forma de mininovelas e microsséries, que serão oferecidas lá fora."Pegamos por exemplo o casal de A Lua Me Disse, separamos todas as cenas deles, e criamos uma microssérie", conta ele. "Existe uma demanda do mercado internacional, principalmente o europeu, por formatos mais curtos. Som & Fúria, por exemplo, deve ser vendida em edições diferentes, com menos personagens, editada e menor."Segundo Scalamandré, essa demanda já está atingindo as produções atuais. "Nossa ideia é saber antecipadamente quais personagens e núcleos podem render histórias à parte, e já separar as cenas, gravar até coisinhas a mais para deixar redondo", explica o diretor. "Já temos que editar muito as novelas que vendemos. Mas há um mercado grande para produções de 1 ou 2 capítulos , e queremos abastecê-lo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.