Gauguin teria cortado orelha de Van Gogh

Van Gogh não teria cortado a própria orelha, e sim a perdido em uma briga com Paul Gauguin, sustenta o livro Van Goghs Ohr. Paul Gauguin und der Pakt des Schweigens (A Orelha de Van Gogh. Paul Gauguin e o Pacto do Silêncio), dos alemães Rita Wildgans e Hans Kaufmann. A tese dos pesquisadores tem base numa briga dos dois que começou num bar, em 1888. Já na rua, Gauguin, bom espadachim, teria cortado a orelha de Gogh com sua adaga, perto do bordel onde ela apareceria depois. "Cale-se, que eu também me calarei", foram as últimas palavras de Gogh a Gauguin, o que é interpretado pelo livro como um pacto de silêncio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.