Fliporto destaca escritores fora do circuito

Terceira edição da festa de Porto de Galinhas discute produção da América Latina

Antonio Gonçalves Filho, O Estadao de S.Paulo

27 de setembro de 2007 | 00h00

Com uma palestra da acadêmica Nélida Piñon começa hoje a terceira edição da Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas (Fliporto), em Pernambuco, este ano dedicada à literatura da América Latina e Caribe. Entre os 70 escritores estrangeiros e brasileiros participantes da festa estão autores como como o cubano Rito Ramón Aroche, o argentino Fabian Casas, o uruguaio Martin Palacio Gamboa, o colombiano Fernando Rendón, o peruano Arturo Corcuera, o chileno José Maria Memet, o venezuelano Miguel Márquez e o mexicano Ignácio Padilla. Entre os autores de língua portuguesa destacam-se o angolano José Eduardo Agualusa e os brasileiros Antonio Carlos Secchin, Fernando Morais, Moacyr Scliar, Sábato Magaldi e Zuenir Ventura.A Fliporto, que no ano passado reuniu 10 mil pessoas, deve atrair este ano um número maior de espectadores, seguindo os passos da Flip de Paraty, que começou numa pequena sala e hoje se divide por toda a cidade. Também como seu modelo fluminense, a festa pernambucana, que tem como curador o escritor pernambucano Antônio Campos , já mobiliza toda a população do balneário de Ipojuca, a 60 quilômetros de Recife. Com noites de autógrafos e uma programação especial destinada às crianças (a Fliportinho), a festa vai discutir desde a construção da identidade latino-americana (com participação do documentarista Eduardo Coutinho) até a relação de literatura com a ecologia (painel com Márcio Souza, Thiago de Mello e outros), passando por um debate sobre a herança surrealista na América Latina.O evento vai prestar ainda uma homenagem aos 80 anos do escritor colombiano Gabriel García Márquez, prêmio Nobel de 1982, e ao escritor pernambucano Ariano Suassuna, que também completa 80 anos e vai ministrar uma aula-espetáculo no dia de encerramento da festa. Alguns autores fora do eixo latino, como o alemão Roland Walter, o canadense Sebastien Joachin e o espanhol Alberto Poza, os três radicados em Pernambuco, foram convidados pelos organizadores da festa, que será encerrada com uma homenagem à África.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.