Filme sobre marchand de falsos Dalìs

O belga Stan Lauryssens, marchand que ficou anos preso por vender milhares de falsificações de obras do artista espanhol Salvador Dalì, defendeu ontem no jornal britânico The Independent o filme que Hollywood quer fazer baseado no livro Dalì e Eu, que ele escreveu sobre suas atividades. "Tudo já está acertado. Já recebi o dinheiro e a maior parte dos atores assinaram o contrato. Só esperam Al Pacino (que vai interpretar o artista espanhol) para comerçar as filmagens", explicou Lauryssens. "O filme contará como vendi milhares de obras falsas de Dalì e como o próprio aprovou o comércio de falsificações", disse ainda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.