Filho do rei de Bahrein indicia M. Jackson

O filho do rei de Bahrein apresentou ação judicial contra o astro do pop Michael Jackson no valor de US$ 7 milhões, acusando-o de haver violado um contrato. A empresa Bell Pottinger Group disse que o xeque Abdulá bin Hamad Al Jalifa preparou a ação contra o cantor nas Cortes Reais da Justiça em Londres. A audiência para leitura da ação estava programada para o fim da tarde de ontem. Em 2006, Jackson anunciou que iria publicar um novo álbum sob o selo fonográfico de Jalifa, 2 Seas Records. Segundo versões de alguns meios de comunicação, Jalifa argumenta que Jackson jamais entregou o trabalho prometido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.