Festival em São Paulo traz estrelas

No 1.º SP Photo Fest estarão o checo Antonin Kratochvil e filha de Diane Arbus

Camila Molina, O Estadao de S.Paulo

01 de setembro de 2009 | 00h00

Por questões políticas, o fotógrafo checo Antonin Kratochvil se tornou um refugiado, mudando-se da Checoslováquia para Nova York, em 1972, onde vive desde então. "As coisas na Europa Central estão ficando melhores do que eram na época totalitária. Talvez, quem sabe, um dia eu volte a viver nela", diz Kratochvil, que escolheu há mais de 30 anos o fotojornalismo como a maneira de "lidar com os problemas humanos". A tragédia humana - não importa se pela cobertura da Guerra no Iraque, da situação precária na África, de série sobre o cotidiano em Chernobyl depois do acidente nuclear - aparece em suas fotografias por meio de uma beleza que nos chama a atenção pela acuidade estética e pela força do impacto cru das cenas. Kratochvil estará proximamente em São Paulo, a partir do próximo dia 9, como uma das estrelas que participam da primeira edição do SP Photo Fest - Festival Internacional de Fotografia de São Paulo, que ocorrerá entre os dias 10 e 13 no Museu da Imagem e do Som (MIS).Com uma carreira repleta de prêmios, entre eles o prestigiado World Press Photo, recebido duplamente em 2003, Antonin Kratochvil, nascido em 1947, é um dos fundadores da agência VII, criada em setembro de 2001 por ele e por mais seis fotógrafos (Alexandra Boulat, Ron Haviv, Gary Knight, Christopher Morris, James Nachtwey e John Stanmeyer) e com escritórios em Paris, Nova York e Los Angeles. Renomado mundialmente, Kratochvil fará uma palestra no SP Photo Fest no dia 13, às 17 h, no auditório do MIS, sobre o tema Uma Aventura pelo Mundo (oportunidade para se conhecer seu trabalho tão eclético) e ainda ministrará, nos dias 10 e 12, o workshop Periferia: Desafios Estéticos e Éticos, na região Sul da cidade de São Paulo. "Espero que os participantes fiquem engajados, que tenham emoção", diz. Não é a primeira vez que ele vem ao Brasil. Na década de 1980, como conta, esteve em Manaus fazendo um trabalho sobre a vida na floresta, na região do Rio Negro, mas foi uma passagem rápida, apenas por aquela localidade.As experiências de Kratochvil são todas muito diferentes, ele não consegue relacionar alguma de maior impacto em sua vida. "Não é possível se fazer uma imagem completa de um lugar ou de uma guerra. Uma história só se transmite por meio de diferentes imagens, até mesmo de um mesmo autor", fala o fotógrafo. Ele faz também, vez ou outra, trabalhos comerciais - como para uma campanha da Ray Ban -, mas sua energia se concentra no fotojornalismo, especialmente nos retratos (de anônimos ou de estrelas pop como o ator George Clooney ou do cantor Bono Vox). "Prefiro usar o branco e preto, por ser mais dramático, mas uso cores também em meus trabalhos", afirma. Pela estética que criou, Kratochvil até mesmo se vale, curiosamente, da abstração.O SP Photo Fest, dirigido e criado pelo empresário Luiz Marinho, tem curadoria, neste ano, do fotógrafo americano Jay Colton, ex-editor de fotografia da revista Time. Além dele e de Kratochvil, o festival ainda contará com a participação de outros nomes de peso internacionais e nacionais, como a armeno-americana Scout Tufankjian, que cobriu no ano passado a campanha de Barack Obama para a presidência do EUA, trabalho que se transformou em livro (ela fará palestra e workshop sobre a mistura étnica em São Paulo); de Amy Arbus, filha da fotógrafa Diane Arbus (depois de sua palestra, no dia 12, haverá no auditório do MIS a pré-estreia do documentário On the Street 1980-1990, de John Spellos, sobre Diane); os brasileiros Cristiano Mascaro, Orlando Azevedo, Eustáquio Neves, Marcelo Greco e Fabiana Figueiredo.Para esta primeira edição do festival, a programação é formada de palestras (todas gratuitas), workshops, leitura de portfólios (por Colton e Jonne Roriz, da Agência Estado) e book lounge com livros de todo o mundo - infelizmente, sem mostra física de foto. Veja programação completa no site www.spphotofest.com.br. ServiçoSP Photo Fest. MIS. Av. Europa, 158, 5051-1055. De 10 a 13/9 - palestras gratuitas, workshops a partir de R$ 580. Informações e programação completa do festival: www.spphotofest.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.